123

quinta-feira, 3 de maio de 2012

A ilusão dos jornalistas sobre a recuperação econômica americana.

por Paul Craig Roberts
.
No início de 2012,  o US Bureau of Economic Analysis anunciou sua estimativa de que no último trimestre de 2011 a economia cresceu a uma taxa anualizada de 2,8% em termos ajustados à inflação real, um aumento em relação à taxa de crescimento anualizada do terceiro trimestre.

Parece uma boa notícia, não é?

- Não, não é. Só parece.

Na afirmação dos economistas do Bureau tem uma série de firúlas que escamoteia a verdade. Ali vê-se termos que a maioria dos jornalistas também não entendem, como: "taxa anualizada em termos ajustados á inflação real". Além disso, os pedantes profissionais da mídia não entenderam, ou se entederam não nos contam, é que quase todo o ganho no crescimento do PIB foi devido à "acumulação involuntária de estoques", ou seja, foram produzidos mais bens do que vendidos.

Descontados os bens não vendidos, a taxa anualizada de crescimento real foi oito décimos de um por cento.

Taxas de desemprego e de inflação. E mesmo essa minúscula taxa de crescimento é um exagero, porque...
continuar lendo >>

 fonte: http://resistir.info/eua/roberts_31jan12.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário