123

sexta-feira, 18 de março de 2011

Padre Ton presta solidariedade a trabalhadores revoltosos da usina de Jirau

Deputado Fed. Padre Ton
O deputado federal Padre Ton (PT-RO) manifestou ontem (17) solidariedade às reivindicações dos trabalhadores da usina hidrelétrica de Jirau , a 130 quilômetros de Porto Velho, que, em protesto contra as más condições de trabalho e constantes ameaças de demissão, se revoltaram e incendiaram instalações do canteiro de obras da usina.

"Presto minha solidariedade a esses trabalhadores que reclamam, há muito tempo, das condições de trabalho no canteiro de obras", afirmou.  O parlamentar afirmou que irá pedir às Comissões da Amazônia e a de Direitos Humanos que investiguem o caso. " Vou entrar com requerimentos nos dois colegiados solicitando a formação de uma comissão de deputados para vistoriar o canteiro de obras do consórcio, ouvir as explicações das autoridades locais, das empresas construtoras e dos trabalhadores sobre os fatos ocorridos", declarou Padre Ton.

Nesta quinta-feira, 17, trabalhadores do canteiro de obras da usina hidrelétrica de Jirau voltaram a incendiar ônibus, carros e alojamentos . É o segundo episódio de violência desde a noite de quarta-feira, quando 45 veículos foram queimados e alojamentos, depredados. Houve ainda saques a uma agência bancária na cidade.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na manifestação de hoje, os trabalhadores ainda interditaram parcialmente um trecho da rodovia BR-364, ateando fogo a pneus sobre uma das pistas, por volta das 10h. De acordo com um funcionário que não quis se identificar, o motivo da revolta foi a prisão de um trabalhador supostamente envolvido na organização dos atos de vandalismo, na terça-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário