123

quarta-feira, 23 de março de 2011

Mal chegou e já vai partir. Vem aí o PVdoB.

Marina, sempre companheira de luta
Segundo artigo de Celso Marcandes publicado na Carta Capital, Marina Silva e seu grupo já estaria de malas prontas para deixar o Partido Verde. Ela que saiu do PT por descontentamento face a falta de espaço para colocar sua candidatura, foi para o PV onde teve que disputar espaço com o grupo de Sarney Filho, agora vai tentar criar uma nova sigla partidária o PVdoB.

Marina Silva, como Luiza Helena, optou por sair do PT para poder continuar sua luta em pro da transformação da sociedade, segundo os métodos e na velocidade que julga mais oportuna. Dentro do PT ela se sentia sufocada pelo establishment do grupo majoritário que hegemoniza a direção partidária. Enquanto Luíza Helena vai se perfilar em um novo partido, Marina prefere aderir a um já existente. Alí sucumbe à luta com a camarilha dirigente do PV. 

Diferentemente dela, Luíza Helena criou o PSOL e igualmente já encontra problemas. Durante a campanha do Plínio, contrariada, provocou uma dissidência interna que criou grupos fracionista. Isso nos lembra a trajetória de outra ex-guerreira do PT, Luciana Genro, que também saiu com ácidas críticas ao nosso partido e não muito tempo depois aceitou financiamento para sua campan à prefeitura de Porto Alegre com uma generosa contribuição de Jorge Gerdau, o magnata do aço.

Não temos a intenção de condenar ninguem por suas escolhas e tentativas. Tomar uma atitude é sempre melhor que o silêncio dos bons, conforme ensinou Martin Luther King. Escrevemos este post na intençao de conclamar os companheiros petistas, filiados ou simpatizantes, descontentes com os rumos "endireitantes" do PT; para que possamos nos juntar, dentro dele, numa luta de resistência. Embora seja mais fácil, sair é entregá-lo aos sociais-liberais e oportunistas.
Venha para a Articulação de Esquerda. Contate-nos. http://contato-ae-rondonia.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário